Ana Catarina Pereira é docente na Universidade da Beira Interior e doutorada em Ciências da Comunicação, na vertente Cinema e Multimedia, pela mesma universidade.
Investigadora do centro LabCom.IFP, é licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade Nova de Lisboa e mestre em Direitos Humanos pela Universidade de Salamanca.
Trabalhou vários anos como jornalista e colaborou com as publicações Notícias Sábado e Notícias Magazine (Diário de Notícias), jornal I, revistas Focus, Up (grupo TAP), Saber Viver ou Happy Woman, entre outras. Foi co-fundadora e diretora da revista online Magnética Magazine.
É autora dos livros A Mulher-Cineasta: Da arte pela arte a uma estética da diferenciação (2016) e do Estudo do Tecido Operário Têxtil da Cova da Beira (2007). Co-organizou as obras Cinema e Outras Artes: Diálogos e inquietudes artísticas (volumes I e II); Filmes (Ir)refletidos; UBICinema 2007/2017 (2017); Geração Invisível: Os novos cineastas portugueses (2013); e Colectânea de Poesia – Poetas do Fundão, entre outras.
De 2017 a 2019 foi diretora da licenciatura em Ciências da Cultura e integra, atualmente, a Comissão para a Igualdade da UBI. Desde 2017, coordena o GT de Estudos Fílmicos da Sociedade Portuguesa de Comunicação (Sopcom).
É também autora de diversos artigos científicos publicados em revistas nacionais e internacionais. Já deu conferências, ações de formação, workshops e máster classes no Brasil, Espanha, Inglaterra e Suécia, entre outros países. Os seus interesses de investigação incidem em estudos feministas, estudos fílmicos, estudos culturais, pedagogia nas artes, cinema português e outras cinematografias minoritárias.